Sea Shepherd Conservation Society, uma das mais importantes organizações de defesa dos oceanos do mundo, acaba de se unir ao movimento #salveailhadomel, contra a construção da “Estrada da Destruição” – cujo projeto prevê a derrubada de cinco milhões de metros quadrados de Mata Atlântica na região que concentra a maior porção do bioma em bom estado de conservação no Brasil para viabilizar a construção de um porto privado em frente à Ilha do Mel, local reconhecido pela Unesco como patrimônio mundial da humanidade.

O movimento já tem apoio de mais de duas dezenas de organizações que trabalham pela conservação da biodiversidade, entre elas, o Observatório de Justiça & Conservação, além de entidades científicas e acadêmicas.

A Sea Shepherd, criada em 1977 pelo co-fundador do Greenpeace, Paul Watson, usa táticas de confronto direto para impedir a caça e evitar a extinção de baleias, golfinhos, focas e outras espécies que vivem nas águas geladas da Antártida. A tripulação é conhecida como “piratas da compaixão” e a identidade é assumida, inclusive, na logo – uma caveira de pirata – que estampa as bandeiras de seus navios.

 

Fonte: https://contraponto.jor.br/12319-2/

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *